Inspetores e Conselheiro Regional visitam o Noviciado de Curitiba para o Curatorium
09/04/2019
Escola de Samba Dom Bosco falará sobre emoções em enredo 2020
09/10/2019

Mês de Dom Bosco termina com grande festa no Centro Social Santa Luzia

São João Bosco é comemorado por todos aqueles que se dedicam à caridade aos pequeninos e marginalizados, sobretudo os jovens. No dia 31 de janeiro a Igreja dedica a memória litúrgica ao aniversário de morte de Joãozinho Bosco, dia de sua entrada na casa eterna de Cristo.

Em 16 de agosto é comemorado o nascimento de Dom Bosco, data que também é lembrada como um dia muito especial e para isso, nesse ano o Centro Social Santa Luzia dedicou uma semana de atividades em homenagem a ele.
A semana especial teve início no domingo, 25, com o evento “Pedalando com Dom Bosco” pelas ruas da zona leste de São Paulo-SP, e no dia 27, uma sessão especial, o Cine Dom Bosco.

Festa de Dom Bosco

No último dia do mês houve uma grande festa em homenagem a João Bosco. Cerca de 500 pessoas participaram da comemoração que teve início com a missa animada pelo CoralBosco, formado por voluntários, ex-alunos e educandos do Centro Social, e presidida pelo padre Fernando Campane, diretor do Centro Social. Após a missa houve procissão seguida de queima de fogos.

Outro evento comemorativo foi a Apoteose de Dom Bosco, espetáculo que reuniu novos talentos com o tema e lema: “O legado de Dom Bosco, somos Dom Bosco que caminha”. O enredo contou a história de Dom Bosco, através de uma carta enviada à um jovem.

Enredo da Apoteose de Dom Bosco

A história de Dom Bosco foi marcada por muita fé, amor e determinação, por isso elaboramos uma apoteose a fim de mostrar que todos os seus sonhos não tiveram fim com sua morte, mas tornaram-se realidade; e mais, um enorme legado repleto de ensinamentos e valores.

A Apoteose de Dom Bosco foi escrita a partir do olhar e sentimentos de um menino ao receber e ler uma carta deixada pelo próprio Dom Bosco a ele. Essa carta expressa a essência da vida de Dom Bosco: seu amor para com a juventude.

Jovens interpretam a história de São João Bosco

A narrativa toma forma por meio das narrações, pensamentos, lembranças, oração, música, dança, arte meios pelos quais ajudam o menino a compreender as palavras poéticas e proféticas de Dom Bosco.

As músicas foram escolhidas justamente para dar forma à dramatização. A oração do Pai Nosso encenada pelos jovens do CEDESP (Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo) com a participação dos educandos do CCA (Centro da Criança e do Adolescente) Santa Luzia foi selecionada para contar um pouco da trajetória do homenageado e o sofrimento de um povo humilde que perde a direção quando não compreende o verdadeiro sentido da fé.

Em seguida, a música “Lágrimas Ensinam”, interpretada pelos educandos dos CCA’s Santa Luzia e São Nicolau, mostra como o garoto se sente em não ter São João Bosco por perto e que todo o sofrimento também serve para ensinar.

A música “Tua Palavra” interpretada pelas crianças dos CEI’s (Centros de Educação Infantil) e CCA’s demonstra a luz e esperança que Dom Bosco se tornou por meio de suas palavras carinhosas. A música “Teu amor é bom demais” interpretada pelos educandos do CCA Santa Luzia representa a santidade e a alegria que tomou conta de todos os continentes. A música “Paz” representa que o menino compreende o que Dom Bosco quer dele: levar ao mundo sua alegria e sua mensagem de paz e união. E encerramos com a música “Mágico de Deus”, interpretada por todos os projetos, transmitindo a alegria salesiana.

Comunicação – Centro Social Santa Luzia