Pastoral Juvenil realiza congresso internacional em Madrid
11/29/2017
Exposição no MOSB mostrará faces de Nossa Senhora pelo mundo
12/01/2017

Instituto Dom Bosco realiza a EXPO Técnica e Cidadania -2017

Em evento realizado há mais de uma década a Instituição promoveu sua mostra técnica com serviços à comunidade

O Instituto Dom Bosco do Bom Retiro realizou,no dia 25 de novembro, a EXPO 2017 – EXPO Técnica e Cidadania 2017. Neste dia, educandos e colaboradores dos núcleos Bom Retiro e Vila Paulistana apresentaram os cursos de capacitação profissional do Instituto, o CEDESP (Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo), através de trabalhos desenvolvidos durante o semestre, além de manifestarem suas habilidades pertinentes às disciplinas, como por exemplo, as turmas dos cursos de Auxiliar Administrativo que desenvolveram empresas do ramo alimentício, criando uma praça de alimentação, salgados, picolés e bebidas foram vendidas e acompanhadas de explicações sobre a escolha do nome, logo e todas as outras características de uma empresa. Além disso, a equipe do GAM (Grupo de Ação Missionária), também participou da praça com a venda de drinks e açaí.

Com duração de mais de seis horas o evento foi regado pelas mais diversas atrações. Logo pela manhã, o diretor do IDB, Pe. Hélio Espínula, fez a abertura da EXPO no teatro, agradecendo os presentes. Na sequência, as coordenadoras do CEDESP passaram seus recados e realizaram os sorteios de alguns brindes. Ainda no teatro, educandos do CEDESP apresentaram algumas canções e coreografias ensaiadas ao longo do semestre, o tema era sobre os direitos da Mulher. Para finalizar a parte da manhã no espaço, os educandos do curso Auxiliar Administrativo, responsáveis pela praça de alimentação, explicaram um pouco do projeto e fizeram um convite para a visitação em seus estandes. Os visitantes foram liberados para conhecer os trabalhos e cursos de perto.

Os serviços foram apresentados de forma sequencial e divididos por suas cores, o CEDESP, estava com a cor azul e o destaque ficou para os educandos de mecânica industrial, com a impressora 3D, chamando a atenção dos presentes. Além disso, educandos do curso Auxiliar Administrativo apresentaram seus trabalhos de monitoria na Pinacoteca e Parque da Luz, projeto realizado durando o semestre.

O grande diferencial ficou para o estande da Bibliotroca, representada pela cor verde fazendo referência a CIDADANIA na EXPO, onde a educadora Ângela dos Santos caracterizou-se de Emília, a famosa boneca de pano do Sítio do Pica Pau amarelo, obra de Monteiro Lobato, roubando a cena com a meninada. No estande, era possível realizar a troca de livros, bastava trazer um e trocar por outro. Além disso, as crianças que passavam por lá encontravam uma caixa colorida com a palavra “surpresa” escrita em sua frente, quem tinha a ousadia de colocar a mão na caixa, era contemplado com uma literatura infantil. A educadora separou ainda um espaço para declamação de poesias e os corajosos ganhavam no final um docinho. Além desse ambiente, tinha reservado também uma delicada área com referência ao autor Rubem Alves. Por fim, o estande ainda contou com a presença de voluntárias para contação de histórias, reunindo os pequenos e até os mais velhos.

O CCA PROVIM (Centro da Criança e do Adolescente/Projeto Vida Melhor) esteve representado pela cor vermelha, mostrando seus trabalhos de arte na madeira e todas as oficinas realizadas durante o ano. A grande evidência foi para os projetos aquário e minhocário, ambos desenvolvidos pelos pequenos. O objetivo do aquário era a transformação de águas poluídas para água potável. As crianças visitaram uma barragem no Rio Tietê para coletar água e realizar esse projeto. Já a fazenda de minhocas, minhocário, que ajuda a reciclar os restos de comida e transformar o substrato em húmus, foi explicada e também enfatizada sua serventia, já que produz um composto muito rico que pode ser usado como biofertilizante em hortas e jardins do próprio Instituto.

A parte verde, cidadania, contou ainda com a presença da Ótica São José, do Bom Retiro, realizando teste visual e venda mais acessível de armações. O Projeto Antônia também marcou presença na luta pelos direitos das Mulheres. Além disso a FATEC (Faculdade de Tecnologia) e a Empresa Tigre, parceiros do Instituto, também realizaram suas apresentações com brindes de produtos Tigre. O UNISAL (Centro Universitário Salesiano de São Paulo) também esteve presente, esclarecendo dúvidas sobre suas graduações.

O CEDESP (Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo) Vila Paulistana apresentou uma Empresa de Artes com os mais diversos serviços: música, dança, moda, entre outros. Os educandos apresentaram ainda a Oficina de Labirinto Elétrico do curso Montagem e Recuperação de Computadores, que fez o pessoal “tremer” no desafio de passagem pelo circuito elétrico.

“Gostei muito da praça de alimentação criada pelos educandos do CEDESP, foram todos muito organizados, simpáticos e tudo estava muito bom. De modo geral, todos foram muito receptivos e esclarecedores sobre os cursos. Passei a maior parte do tempo no estande da Bibliotroca, onde teve muita procura para a troca de livros, estou ansiosa para a EXPO 2018”, declarou Bruna Raquel, voluntária do IDB.

Durante todo o evento educandos, ex-educandos, familiares, amigos e toda a comunidade do entorno puderam ainda se divertir e aproveitar os estandes e participar de diversos sorteios. Já no final, a Cia Teatral JS uniu suas apresentações em uma retrospectiva e para concluir o evento, o sorteio da rifa, onde a premiação era a esperada bicicleta. O contemplado foi um educando do CEDESP Bom Retiro.

“O foco do evento ficou muito evidente nas apresentações. Falando de futuro profissional, com a presença do pessoal da UNISAL e FATEC, consegui ampliar meus anseios para o futuro”, concluiu Henrique de Jesus, voluntário da Instituição.

Texto: Comunicação e Marketing IDB | Fotos: Instituto Dom Bosco