Musical em Campinas apresenta sonho e vida de Dom Bosco
08/19/2015
Lançados os selos comemorativos do Bicentenário de Dom Bosco
08/20/2015

Família Salesiana celebra o Bicentenário em Turim

Depois de três anos de preparação e um de celebração, o grande dia do aniversário de 200 anos de Dom Bosco finalmente chegou. “Hoje damos graças a Deus por sua maravilhosa intervenção na história e, especificamente nesta história, iniciada nas colinas de Becchi”, disse o X sucessor de Dom Bosco, padre Ángel Fernández Artime, durante a solene Eucaristia.

Despertando lentamente (para os que dormiram), da longa noite de vigília que antecedeu o Bicentenário, os jovens do Encontro do MJS recomeçaram a animar o Colle Don Bosco com sua típica alegria.

Um pouco mais tarde, na presença de milhares de fieis, não apenas jovens, foi realizada a missa, no Colle Don Bosco, presidida pelo reitor-mor dos salesianos e concelebrada pelo arcebispo de Turim, dom Cesare Nosiglia, pelo padre Pascual Chávez, reitor-mor emérito, em conjunto com dezenas de outros sacerdotes.

Após cumprimentar os jovens, que são “o motivo da vida e do ministério sacerdotal de Dom Bosco, e hoje de todos nós”, o reitor-mor recordou o espírito com o qual, há um ano, no mesmo Colle, abriu-se o Ano do Bicentenário: o ano que proporcionaria a oportunidade de uma verdadeira renovação espiritual e pastoral e de reavivar o carisma salesiano.

Depois de 12 meses a Eucaristia de hoje quis “agradecer ao Senhor por este ano, por toda a graça concedida, e pela a vida que se renova e nos presenteia com frutos, como este bicentenário”. Ao mesmo tempo quis fixar, mais uma vez, os olhos naquele padre do século XIX “que levou muito a sério as palavras pronunciadas por Jesus aos doze, “fazendo-se servo de todos, especialmente dos pobres, dos abandonados e dos que correm perigo”.

Padre Artime lembrou também das lições oferecidas à Família Salesiana pelo Papa Francisco durante este ano, com a sua visita a Valdocco e da carta de 24 de Junho, que trazia referências à figura da Mãe Margarida; do estímulo a sair e das escolhas corajosas de Dom Bosco; da intenção de fundar um vasto movimento de pobres para os pobres, para além das fronteiras de língua, raça, cultura e religião e, enfim, do estilo de acolhimento e alegria.

Para concluir, o reitor-mor indicou o próximo passo neste Bicentenário: “sonhar o futuro de missões de evangelização e educação da nossa Família Salesiana com força e inovação do Evangelho com coragem e visão profética, deixando-nos guiar pelo Espírito”.

A homilia está disponível no idioma italiano na seção de serviço da InfoANS. Clique aqui para acessar.

InfoANS