CPDB completa 40 anos e jovens ganham parceria com Sebrae
09/22/2016
Mercado e oportunidades: seminário de empregabilidade no CPDB
09/22/2016

Esporte e alegria: crianças participam do Olimp Bosco em Cruzeiro

O espírito olímpico ainda plainava em alguns ambientes salesianos e aproveitando esse clima foi realizado no sábado 3 de setembro e no domingo dia 4, no oratório de Cruzeiro, o evento chamado Olímp Bosco. Cerca de 80 crianças e jovens participaram das competições em forma de campeonato e foram divididas por equipes: São Domingos Sávio, Francisco Besucco e Miguel Magone. Os nomes das equipes lembram os três oratorianos de Dom Bosco que foram fruto do Sistema Preventivo.

A Olímp Bosco foi iniciada com a celebração de abertura do evento, comentário, motivação breve, leitura bíblica, juramento dos atletas, hino nacional cantado pelos participantes que estavam reunidos e teve acendimento da tocha olímpica na quadra e depois foi explicado como seriam as regras e quais seriam as modalidades. Divididas as equipes com seus respectivos líderes, as crianças e os jovens competiram em várias modalidades: futsal, corrida, vôlei e ping-pong.

No domingo do dia 4, houve a santa missa onde os participantes entraram com os cartazes das equipes e logo após a celebração ocorreu o encerramento dos jogos, pois foi feito a somatória de pontos de cada equipe e assim definido os ganhadores. Foi montada uma mesa de premiação, dos quais os ganhadores do terceiro e segundo lugar ganharam medalhas e o primeiro lugar além das medalhas, ganharam também um troféu personalizado com o logo do evento.

O jogo é expressão de liberdade, um convite à amizade, valorização da pessoa. Por meio do jogo nós aprendemos, conhecemos nosso corpo e dialogamos com ele. Pomos em evidência nossa criatividade e nossa fantasia. Comunicamo-nos com os outros, na alegria. Dom Bosco compreendeu perfeitamente a importância dos jogos e a necessidade de incentivá-los. A primeira demonstração de amor para com os meninos é fazer com que se interessem pelos jogos, é ajudá-los a sentirem-se felizes dentro do campo, é despertar neles o desejo de voltar para lá.

O evento contou com a ajuda dos jovens líderes que participam do oratório entre eles os grupos: GAM (Grupo de Animação Missionária), GES (Grupo de Espiritualidade Salesiana), Cooperadores Salesianos, os salesianos Alexandre Angelotti , da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, de São Paulo, e Deyvison Santana, da Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil com o apoio da comunidade salesiana local, o diretor Pe. José Adilson Morgado , o ecônomo Pe. Vinícius de Paula e o tirocinante Magno Fonzar Albuquerque.

Texto: Alexandre Angelotti, sdb / Fotos: Larissa Florêncio