Padre Fernández Artime: os frutos do bicentenário de Dom Bosco
08/15/2014
Espaço Valdocco: a história dos salesianos capítulo a capítulo
08/15/2014

Encontro da RESAS reúne 60 gestores em Campos do Jordão

A Rede Salesiana de Ação Social da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora realizou, nos dias 4 e 5 de agosto, na Vila Dom Bosco, em Campos do Jordão, mais uma edição do Encontro de Gestores da RESAS, com a participação de 60 pessoas entre salesianos e leigos.

Primeiro dia: Quadro Referencial da Pastoral Juvenil Salesiana e GT´s

No dia 4 pela manhã os gestores passaram por um momento formativo com o vice-inspetor e delegado para a Pastoral Juvenil Salesiana (PJS), Pe. Roque Luiz Sibione, que fez uma introdução do Quadro Referencial da PJS, trabalhando-o sob a ótica do VIII ENRESAS – Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social, pontuando a identidade, compromissos e bandeiras das obras sociais salesianas.

Ainda pela manhã, após o intervalo, os participantes se dividiram em grupos para estudarem partes do Quadro Referencial da PJS. Cada grupo debruçou-se diante de um tema baseado no capítulo 7: “O Oratório – Centro Juvenil”, “A escola e o centro de formação profissional salesiano”, “As obras e os serviços sociais para jovens em situação de risco” e “Outras obras e serviços nos diversos ambientes”. Após o almoço houve uma mesa redonda para debater os temas e outros aspectos do documento.

No decorrer da tarde os gestores se reuniram nos grupos de trabalho que já têm um trabalho estruturado: GT Pastoral, Qualificação, Consolidação, Sustentabilidade/Captação de Recursos, Serviço Social das Escolas e Avaliação e Monitoramento, sendo apresentados posteriormente em plenária os resultados de cada grupo.

O primeiro dia terminou com celebração eucarística seguida de uma “noite agostina”, com confraternização e bingo.

Segundo dia: VIII ENRESAS

O dia 5 teve a maior parte de seu tempo dedicada a reflexões e encaminhamentos do VIII ENRESAS, como a construção de uma Obra em Pastoral, garantindo sua transversalidade. Com isso, uma das propostas é repensar o itinerário de formação para antigos e novos colaboradores a partir do estudo de documentos da congregação, de modo especial o Quadro Referencial da PJS. Tratou-se também da sistematização e elaboração de critérios para novas contratações, da realização da II Conferência Inspetorial de Jovens Líderes de Oratórios e Obras Sociais, que acontecerá em outubro com o tema “Democracia e os Direitos Humanos” e do estreitamento dos laços com as Filhas de Maria Auxiliadora e a Rede de Desenvolvimento Social Canção Nova .

Ainda pela manhã a gestora Lygia Fernandes apresentou a situação do CEDESP (Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo) da Lapa, em São Paulo. Em seguida todos participaram da celebração eucarística, sendo o encontro encerrado na sequência com o almoço.

Texto: Anderson Bueno / Fotos: Marcia Rodrigues – OSDB Itaquera e Centro Social Santa Luzia