Obra Social São João Bosco recebe o reitor-mor e mostra seu trabalho
10/17/2017
Alunos do Liceu Campinas criam jogos a partir de aulas de matemática
10/20/2017

Dom Bosco entre nós: quarto e quinto dias da visita reitor-mor a São Paulo

O quarto e quinto dias do de visitas a São Paulo, o Pe. Ángel Fernández Artime teve uma agenda cheia de contato com os jovens, obras sociais, escolas e paróquias.

Com os jovens e o Pe. Rodolfo Komórek

Seguindo a programação de visitas à Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, São Paulo, o reitor-mor, Pe. Ángel Fernández Artime novamente esteve com aqueles que são o motivo da missão salesiana: os jovens.

A agenda do dia 17 de outubro começou no Colégio Dom Bosco, cidade de Americana-SP, onde Pe. Ángel encontrou-se e celebrou com os jovens líderes da Articulação da Juventude Salesiana – nome como o Movimento Juvenil Salesiano é chamado no Brasil – vindos de paróquias, escolas, obras sociais e ensino superior da região central do estado.

À tarde, Pe. Ángel foi à cidade de São José dos Campos-SP para conhecer o Memorial Padre Rodolfo Komorek, dedicado ao Venerável padre polonês que viveu a maior parte de sua vocação salesiana no Brasil dedicando sua vida à oração e ao cuidado com os doentes. No memorial, localizado na Paróquia Sagrada Família, estão os restos mortais de Padre Rodolfo e há também um acervo com objetos pessoais, litúrgicos e até um genuflexório que o padre adaptou para que se tornasse um confessionário portátil.

À noite, também na Paróquia Sagrada Família, Pe. Ángel presidiu a celebração eucarística que marcou a abertura dos festejos do jubileu de ouro da paróquia, concelebrada pelo arcebispo emérito de Passo Fundo-RS, Dom Antonio Carlos Altieri, SDB, e pelo bispo da Diocese de São José dos Campos, Dom José Valmor César Teixeira.

Com os jovens, formandos e a Família Salesiana

Pe. Ángel iniciou a quarta-feira, 18, com os pós-noviços salesianos em Lorena-SP, onde também reuniu-se com o Conselho Inspetorial.

No período vespertino, foi à cidade vizinha de Cachoeira Paulista-SP, para conhecer um grupo da Família Salesiana que tem como característica principal a evangelização pelos meios de comunicação: a Comunidade Canção Nova. Lá encontrou-se com o fundador, o Monsenhor Jonas Abib, conheceu a obras social da comunidade e presidiu a celebração eucarística.

Durante a passagem pela obra social, em que foi extremamente solícito para fotos com todos os presentes, P. Ángel agradeceu aos educadores: “Obrigado pelo bem que estão fazendo, pelo trabalho de educador. Essa é a melhor intenção que vocês podem fazer por essas crianças e por esses jovens”.

“Dom Bosco foi e é uma presença na minha vida, na Canção Nova. O senhor é Dom Bosco vindo até nós! Ele usou o máximo que pôde os meios de comunicação da sua época, tanto que não somente falou, mas escreveu muito. Nós somos Família Salesiana e, hoje, aqui fazemos um compromisso com o senhor e, através do senhor, com Dom Bosco: nós queremos realmente usar bem esses meios de comunicação como ele usaria para anunciar Jesus e o Evangelho”, ressaltou o Monsenhor Jonas Abib ao saudar o reitor-mor durante a missa.

À noite, mais uma vez um encontro com as crianças, jovens e membros de grupos da Família Salesiana, dessa vez no Colégio São Joaquim, em Lorena, com muitas apresentações em homenagem ao 10º sucessor de Dom Bosco. À Família Salesiana, Pe. Ángel afirmou que “Nossas casas têm que ser um pulmão de ar fresco, têm que ser um balão de oxigênio aqui onde estamos. Estamos não para ficarmos trancados entre nossas paredes. Dom Bosco nos sonhou e em seguida Madre Mazzarello deu seu toque feminino para que nossas casas sejam de verdade casa que acolhe sempre, um lugar para sentir-se bem e esta tem que ser nossa maior satisfação”.

Texto: Anderson Bueno com informações da Assessoria de Imprensa da Comunidade Canção Maria Inês Bruno e Mariana Ignácio – Fotos: Pe. Roque Sibioni, Mariana Ignácio e Comunidade Canção Nova