Exposição bíblica no Colégio Dom Bosco de Americana
10/06/2015
Índia – “A vida é mais bela quando se doa aos outros”
10/06/2015

Síria – Confronto MJS: como viver o carisma salesiano em tempo de guerra?

De 26 de setembro a 1° de outubro realizou-se o “Confronto do Movimento Juvenil Salesiano” (MJS, no Brasil chamado Articulação da Juventude Salesiana – AJS), da Síria, em Kafroun. Participou uma centena de jovens provenientes dos três oratórios salesianos da Síria (Alepo,Damasco e Kafroun) e quatro oratorianos de Kamishly, cidade situada no norte do país, onde os Salesianos contavam com um florescente oratório.

Depois de 13 anos, os Salesianos tornaram a convocar os jovens sírios a viver mais uma experiência de autêntica fraternidade, em clima de família, num oásis de serenidade e paz, há muito esperada.Vista a situação de guerra,o encontro foi vivido com maior participação por parte de todos e acolhido como uma verdadeira graça de Deus. Os jovens sentiram a presença de Dom Bosco e se sentiram estimulados a retomar com coragem a própria caminhada, em fidelidade a Dom Bosco e em comunhão com o Senhor da História.

O tema foi o mesmo do ‘SYM DON BOSCO 2015’ vivido em Turim: ‘COMO Dom Bosco, COM os Jovens, PARA os Jovens’. Nos cinco dias de Confronto, essas três preposições ressoaram com frequência, evocando a figura de Dom Bosco, Pai e Mestre dos Jovens.

O dia abria-se com a oração e a Eucaristia. O restante da manhã se reservava aos encontros e à reflexão sobre a espiritualidade salesiana: Como viver e fazer próprio o carisma salesiano de serenidade e de alegria em situação de guerra? Como transmitir os traços característicos da bondade salesiana (‘amorevolezza’) e do perdão evangélico a quem vive em clima de guerra ou em situações de refúgio e de luto?

De tarde,deixava-se espaço para momentos de espairecimento,recreação e distensão,para algum passeio ou também uma longa caminhada em oração pela paz na Síria e no Oriente Médio. Particularmente animada era a noite,que sempre se concluía com a oração.

Os Salesianos e os jovens da Síria disseram também um grande obrigado ao Reitor-Mor, Pe. Ángel Fernández Artime. Apesar da longa viagem à Índia e à míngua de tempo, o Reitor-Mor quis mandar uma videomensagem a esses jovens empenhados em seu Confronto. A saudação foi muito apreciada por todos, pelo afeto demonstrado pelo X Sucessor de Dom Bosco para com os jovens sírios, os quais acolheram de coração as três palavras chaves por ele indicadas, das quais sentem outrossim a maior necessidade: Fé, Alegria e Esperança.

Na hora de voltar para casa, os jovens estavam comovidos: alguns tinham os olhos cheios de lágrimas, para outros foi difícil a separação.

Em cerca de 60 anos de presença salesiana no País, os Salesianos abriram três oratórios, dos quais saíram numerosas vocações, e agora continuam a mantê-los em atividade com certa regularidade, condicionados pela prudência e pela constante atenção à situação de guerra.

ANS – Kafroun