Catequistas participam de encontro inspetorial
04/11/2019
CEDESP Vila Paulistana visita a Green Nation
04/12/2019

São Carlos: educadores e educandos vão às ruas para celebrar Dom Bosco

Era sempre outono ou primavera quando Dom Bosco propunha sair com seus jovens para passeios comunitários. O clima na Itália, nessa época do ano, é propício para esses momentos de lazer. Essa atitude “era um jeito de pôr em prática o princípio de amar aquilo que o jovem ama, para que o jovem ame o que ama o educador” (BRAIDO).

Estamos justamente na estação do outono, portanto, um bom tempo para sair às ruas levando a alegria da família salesiana como ela é, e, para nós salesianos tudo se torna motivo para festejar. Unir o útil ao agradável faz sentido nesse tempo. Também passamos pela semana que celebramos o 85º aniversário da canonização de Dom Bosco, em 1º de abril. Essa foi a semana escolhida para inaugurar a nova estátua de Dom Bosco no Espaço Dom Luciano de Almeida, obra social dos salesianos em São Carlos.

A concentração entre educandos, educadores e pré-noviços foi na praça de convivência do bairro, mais conhecida como praça da mangueira ou campão. Foi perto de um parque de diversões e sob árvores frondosas que o grupo de crianças e adolescentes se reuniu em círculo para receber a mensagem do dia e também as orientações para a caminhada de volta à obra salesiana Dom Luciano.

Uma caminhada que levou 10 minutos foi especialmente animada porque, além da alegria das crianças, foi conduzida por uma faixa personalizada pelos educandos, bandeiras estampadas com a face de Dom Bosco e pelas diversas músicas sobre nosso pai e mestre.

Já de volta à obra social e em volta da estátua, coberta por um tecido azul, as crianças ouviram o assistente salesiano Bruno Inácio falar dos caminhos de Dom Bosco, um pouco de sua vida e o processo de canonização. Em seguida a coordenadora, Elaine Hage, junto de dois jovens retiraram o tecido para a bênção da estátua.

Uma celebração também aconteceu no período da tarde para as crianças que fazem parte do projeto nesse período.

Texto: Árison Lopes, pré-noviço salesiano