São Paulo recebe o Encontro de Fortalecimento de Capacidades
03/06/2019
Instituto Dom Bosco faz “bloquinho de carnaval” para seus educandos
03/06/2019

RSB-Social e socioeducativo de resultado: para além do Brasil

O Compromisso Fundamental por um “Socioeducativo de resultado” mobiliza a RSB-Social para buscar caminhos na ação social em rede, para a construção de uma sociedade com menos violência e maior respeito à dignidade dos adolescentes e jovens, mesmo dos que se envolvem na prática de ato infracional. O desafio de desenvolver uma ação de enfrentamento a um tema tão difícil e árduo em nosso país, não impediu que se possa levar experiência e contribuição também para além-mar.

Em uma segunda etapa (a primeira foi em setembro de 2017) o Pe. Agnaldo S. Lima, enquanto assessor da RSB-Social e especialista na área das Medidas Socioeducativas, esteve em Angola entre os dias 24 de fevereiro e 1 de março de 2019. A convite do UNICEF e também dos Salesianos de Angola, sua agenda contemplou reuniões com representantes do Ministério da Justiça e do Instituto Nacional da Criança (INAC). Dois momentos fortes foram: o “Simpósio sobre a Proteção à Criança” que aconteceu ao longo do dia 27. Foi aberto com a presença do Ministro da Justiça e Direitos Humanos e da Ministra da Ação Social, família e mulher, da vice-governadora da Província de Luanda, do Representante do UNICEF em Angola, e do Embaixador da União Europeia em Angola. Com a Promotora Carla Patrícia Correia, Pe Agnaldo dividiu a mesa sobre as Medidas Alternativas de Meio Aberto.

No dia 28, no auditório da Paróquia Salesiana São Paulo, centro de Luanda, aconteceu o “Workshop” sobre “Projetos pilotos de implementação das Medidas Socioeducativas” e Pe. Agnaldo teve a oportunidade de levar a experiência do Brasil e as contribuições do Sistema Preventivo de Dom Bosco. Para encerrar a participação brasileira, o UNICEF promoveu no dia 1° de março, uma “Roda de Conversa” conduzida pelo Sr. Abubacar (representante do UNICEF Angola) e tendo como entrevistado o Pe. Agnaldo. Também desse momento participaram juízes, juízas, agentes governamentais, as equipes dos Salesianos e do UNICEF Luanda, e outros técnicos.

A entrada dos Salesianos de Angola no campo das Medidas Socioeducativas de Meio Aberto, faz que tenham em comum com os do Brasil, muito mais do que a língua portuguesa. Têm também agora, a missão que marcou os inícios da Missão de Dom Bosco em Turim, na Itália.

RSB-Social