Museu Salesiano abre exposição sobre os 200 anos de Dom Bosco
08/18/2014
O dia em que João Bosco recebeu a batina
08/19/2014

Romaria da Família Salesiana abre festejos do bicentenário de nascimento de Dom Bosco

O sábado, 16 de agosto, foi especial para a Família Salesiana. Com a tradicional romaria dos à casa da Mãe Aparecida, iniciou-se as comemorações dos 200 anos de nascimento de São João Bosco, Pai e Mestre da Juventude.

Quisera Deus que a data fosse realmente especial. Todos os anos a romaria é realizada na segunda ou terceira semana de agosto e, neste ano de 2014, a data coincidiu com o nascimento de Dom Bosco. O tema: “Da mihi animas, cetera tolle. Apropriemo-nos da experiência espiritual de Dom Bosco para caminhar na santidade segundo a nossa vocação específica”.

Era bem cedo quando as primeiras caravanas começaram a desembarcar próximo ao Porto Itaguaçu, às margens do Rio Paraíba do Sul, onde aconteceu o milagre com os pescadores envolvendo a imagem de Nossa Senhora da Conceição, que ganhou o título de Aparecida justamente por ter aparecido nas águas do rio.

Próximo das 9h o trio elétrico já estava posicionado e era grande a quantidade de fiéis animados pelos Salesianos de Dom Bosco e pelas Filhas de Maria Auxiliadora, ao ritmo do Ministério Illumminay. Pe. Edson Donizetti Castilho, inspetor da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora (SDB), e Ir. Helena Gesser, inspetora da Inspetoria Santa Catarina de Sena (FMA), motivaram os presentes falando da importância de se reunirem à casa da Mãe e de celebrarem os 200 anos de Dom Bosco.

A presença da juventude foi marcante e não poderia ser diferente. Jovens com camisetas dos colégios, obras sociais, da Articulação da Juventude Salesiana, do Grupo de Animação Missionária, da própria romaria e de suas paróquias dançavam alegres. Alegria que também acompanhou a apresentação da Fanfarra Dom Bosco, formada por adolescentes e jovens da Obra Social Dom Bosco, de Itaquera, na capital.

Antes da saída em caminhada para o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida houve a entronização das imagens de Nossa Senhora Aparecida, de Madre Mazzarello e de São João Bosco. A imagem de Nossa Senhora foi entregue pela Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora do Bom Retiro, São Paulo, à Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, de Campinas, onde peregrinará até a próxima romaria.

A caminhada até o Santuário, cerca de 500 metros adiante, foi marcada pela alegria, com músicas salesianas e populares. Entre as últimas pessoas da procissão, que foi acompanhada por dois carros de som para que todos pudessem escutar e participar, uma senhora negra de aproximadamente 70 anos caminhava com, provavelmente, seus dois netos, que aparentavam 4 ou 5 anos de idade.  Um guarda civil gentilmente ofereceu a ela uma “carona” em sua viatura, que foi negada em troca do ato de fé de permanecer em caminhada, mesmo com a idade avançada.

Na entrada do Santuário outro gesto simbólico da romaria: o soltar dos banners com temas salesianos, levados ao ceu por balões. Esses banners costumam cair a centenas de quilômetros em lugares aleatórios, conforme a direção do vento, levando mensagens e evangelizando de uma forma criativa e inusitada aqueles que o encontram.

Na sequência os romeiros participaram da celebração eucarística, presidida pelo arcebispo emérito de Campo Grande (MS), Dom Vitório Pavanelo, e concelebrada pelo bispo emérito de São Miguel Paulista, Dom Fernando Legal, pelo Pe. Edson Donizetti Castilho e por um grande número de padres e diáconos salesianos. Dom Fernando, durante a homilia, falou do propósito da missão salesiana e da importância da continuidade do projeto iniciado por São João Bosco, afirmando que Dom Bosco continua vivo nos anseios da juventude. “É preciso imitar Dom Bosco, fazer como ele fez”, disse o bispo.

Após a celebração, finalizada com muita festa, os participantes puderam visitar a imagem de Nossa Senhora Aparecida, a Basílica Velha e outros locais importantes do Santuário e da cidade.

A Romaria da Família Salesiana teve o apoio da Congregação do Santíssimo Redentor, da Coordenação de Pastoral do Santuário Nacional, Prefeitura Municipal de Aparecida, da Secretaria de Turismo de Aparecida e da TV Canção Nova.

Texto: Anderson Bueno / Fotos: Anderson Bueno, Maria Inês Bruno e Cláudio Cuca