Bom Retiro: História de Seu Jorge é reapresentada por jovens do CCA PROVIM
01/11/2019
IDB comemora parceria sustentável com empresa de ex-aluno salesiano
01/11/2019

Pe. Emerson Medeiros da Silva é ordenado em Cruzeiro

No dia 5 de janeiro familiares, amigos, comunidade, salesianos e membros dos grupos da Família Salesiana estiveram na capela do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora, em Cruzeiro, no Vale do Paraíba, para celebrar e testemunhar a ordenação presbiteral do Pe. Emerson Medeiros da Silva, pela imposição das mãos de Dom Hilário Moser, SDB, bispo emérito de Tubarão-SC.

Natural de Queluz, no Vale do Paraíba, Pe. Emerson, 36 anos, escolheu como lema de ordenação a passagem “A quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna” (Jo 6, 68). “Este trecho do Evangelho de João me acompanha vocacionalmente, pois quando sinto desanimado, angustiado, minhas orações tornam como a confissão de Pedro ao Senhor: a quem irei Senhor, não tenho aonde ir, só o Senhor tens Palavras de amor, de esperança, de amimo, que entusiasma minha caminhada. Só do lado do Senhor está à alegria plena e duradoura e junto do Cristo Bom Pastor sinto-me seguro e amado”, explica o sacerdote.

Antes de ingressar na Congregação Salesiana participou de encontros vocacionais e procurou conhecer algumas congregações religiosas. Por sugestão de um amigo sacerdote, procurou os salesianos na cidade de Lorena. “No ano de 2006 procurei o responsável pela presença salesiana de Lorena e o Pe. Dilson acolheu-me com muita cordialidade. Após algumas horas de conversa e a atenção do salesiano sacerdote, que entusiasmado relatava os feitos de Dom Bosco, decidi fazer os encontros vocacionais para melhor conhecer a comunidade e a vida desse santo”, conta.

Mas o processo não foi tão rápido. Emerson fez um processo de dois anos de aprofundamento e discernimento vocacional até ingressar definitivamente na congregação. “A presença, a escuta, a bondade, a alegria e a fraternidade que Dom Bosco buscava com seus assistidos fez com que meu coração fosse instigado por esse jeito novo de rezar e viver a santidade. Deixei minha família, meu emprego e meus amigos e fui conviver com os seguidores desse santo e entusiasmado em viver cada vez mais esse modo religioso de ser, estou aqui, há quase 12 anos, vivendo a alegria de ser salesiano, aprendendo a amar e cuidar uns dos outros”.

A vocação sacerdotal salesiana, embora seja uma vocação universal, tem como seu objeto principal a salvação da juventude e sobre isso Pe. Emerson afirma que o grande desafio é “perceber e dar respostas para as juventudes que atravessam grandes e rápidas mudanças sociais, que ao afetá-los usurpa sua dignidade e esperança de um futuro melhor”.

Aos jovens, ele deixa uma mensagem: “Queridos jovens, devemos sempre acreditar em nós mesmos, pois somos capazes de ultrapassar os desafios cotidianos. Devemos sempre estar com os olhos fixos no Cristo, que nos ajuda a olhar para frente, na esperança de um mundo melhor que começa em nós. Somos instigados a dar respostas num mundo frenético e ansioso, mas o que importa na vida é o que fazemos dela, como dizia Dom Bosco: ‘O que somos é um presente de Deus, o que nos tornamos é nosso presente a Ele’. Busquemos viver hoje o que desejamos amanhã. E sempre acredite que do seu lado está o Bom Pastor que o conhece pelo nome e o ajuda na caminhada da vida”.

A primeira missa presidida por Pe. Emerson foi celebrada na Paróquia São João Batista, em Queluz. Pe. Emerson foi o sexto e último sacerdote da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, Estado de São Paulo, a receber o sacramento da Ordem entre o final de 2018 e o início de 2019. Também foram ordenados os padres Alcy Maurício da Silva Junior, Bruno do Nascimento Calderaro e Oliveira, Eraclides Reis Pimenta, Luiz Paulo Feliciano de Oliveira e Ronaldo Luís de Souza Pereira.

Em fevereiro, na cidade de Pindamonhangaba, farão as profissões religiosas perpétuas os salesianos irmãos Eduardo Toledo de Melo e Thiago José Ribeiro.

Deus seja louvado pelas vocações religiosas!