Estudantes de Campinas participam do Retiro Kairós
11/05/2018
Cartaz da Estreia 2019 já está disponível
11/07/2018

Oratório São Luiz sedia Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente

No dia 26 de outubro foi realizada a XI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Lorena. A Obra Social Salesiana, o CEDESP (Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo) – Oratório São Luiz acolheu esse momento significativo da história do município, contando com a participação de 76 educandos de idades entre 7 e 17 anos e suas famílias, 24 educadores, 11 salesianos, representantes da Rede Socioassistêncial, Subsecretaria de Juventudes, Conselho Tutelar, Conselho Municipal de Assistência Social e outros representantes do poder público.

A presidente do CMDCA e coordenadora da obra social salesiana, Wanessa Andrea Vieira esteve presente durante todo o evento, destacando também a participação efetiva dos Salesianos na luta pela garantia de direitos das crianças e adolescentes, objetivo também de Dom Bosco quando entendia sua máxima “honestos cidadãos”.

A mesa da Conferência foi composta pelo diretor da presença salesiana de Lorena, o Padre Luís Fabiano Barbosa, o prefeito Fábio Marcondes, a vice-prefeita Marieta Bartelega, a secretária de assistência e desenvolvimento social Zeila Pozzatti e a presidente do CMDCA supracitada.

Para que tal evento acontecesse, foi constituída uma comissão organizadora que incansavelmente realizou diversas manifestações em rede pelo munícipio: sete pré-conferências, uma caminhada em prol dos direitos e muitas discussões em volta dos seguintes eixos:

• Eixo I: Garantia dos Direitos e Políticas Públicas Integradas e de Inclusão Social;
• Eixo II: Prevenção e Enfrentamento da Violência Contra Crianças e Adolescentes;
• Eixo III: Orçamento e Financiamento das Políticas para Crianças e Adolescentes;
• Eixo IV: Participação, Comunicação Social e Protagonismo de Crianças e Adolescentes;
• Eixo V: Espaços de Gestão e Controle Social das Políticas Públicas de Criança e Adolescentes.

A partir dessas discussões saíram propostas pertinentes ao cenário político que exige cada vez mais ações concretas no que diz respeito a garantia de direitos das crianças e adolescentes.
Da Conferência foram eleitos quatro delegados oriundos do CEDESP que representarão a cidade em nível estadual. Entre eles, eleitos uma criança de sete anos e três adolescentes entre 15 e 17 anos.
Algumas falas de crianças e adolescentes sobre seus direitos:

“(…) As crianças tem direito a brincar, ter lazer, mas porque os pais não têm? Eles trabalham muito e não tem tempo por isso estão sempre nervosos e tristes, precisa ter espaços para os pais também, e eu quero representar o PROVIM em todos os lugares que eu for” Rafael – 7 anos educando do PROVIM/CEDESP;

“(…) Nossos direitos estão sendo impedidos pelas pessoas que deveriam garantir, isso é muito triste, por isso estou aqui e quero continuar lutando junto com os educadores, porque eu aprendi que nós temos voz e precisamos colocar em prática” Rita – 15 anos educanda do Espaço Aprendiz/CEDESP;

“(…) Na última Conferência eu participei, mas não entendia muito bem o que estava fazendo aqui, na próxima eu já serei uma jovem e hoje eu entendo a importância do meu papel nessa luta, por isso quero lutar junto lá no meu bairro, aqui no CEDESP e na minha cidade pelos direitos que todos nós temos” Larissa – 17 anos educanda do Espaço Aprendiz/CEDESP.

CEDESP Oratório São Luiz