EPTV na Escola: Dom Bosco coloca oito alunos entre os melhores de Piracicaba
11/09/2017
Estudantes do Dom Bosco – São Mário visitam o mundo mágico da Arcor
11/10/2017

Inspetoria inaugura a Capela da Divina Misericórdia

A Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora tem mais um local para restaurar a fé e celebrar a Eucaristia. Na tarde da quarta-feira, 8 de novembro, foi inaugurada na Vila Dom Bosco, em Campos do Jordão – SP, a Capela da Divina Misericórdia.

A capela vem de um desejo antigo dos Salesianos, mas sua construção foi impulsionada por ocasião do Ano Santo da Misericórdia, convocado pelo Papa Francisco por meio da Bula Misericordiae Vultus (O Rosto da Misericórdia) e também pela celebração dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, Rainha, Mãe de Misericórdia e Padroeira do Brasil.

A inauguração aconteceu ao final do retiro mensal dos Salesianos, com a celebração eucarística presidida pelo inspetor, Pe. Edson Donizetti Castilho. Além dos salesianos que participaram do retiro, estavam presentes os representantes das empresas que se empenharam na construção do projeto, envolvendo arquitetura, vitrais, marcenaria, elétrica e audiovisual.

A construção da capela foi realizada pela Nazs Engenharia. Sua parte exterior segue o estilo arquitetônico enxaimel, trazido ao Brasil pelos alemães e presente em muitas edificações da cidade, assim como o prédio principal da Vila Dom Bosco. Uma rosácea com a imagem do Cordeiro recepciona os que chegam ao local, mostrando que ali é um lugar para a prática da fé e aprofundamento da espiritualidade cristã.

Do lado de dentro, a nova casa de oração salesiana é rica em elementos litúrgicos e simbólicos, com especial atenção pelas pinturas no altar, feitas pelo artista Lúcio Américo, e seus vitrais, criados por Ton Geuer.

O altar é composto por três imagens principais: Dom Bosco, o Bom Pastor e Nossa Senhora Auxiliadora. O painel central mostra Jesus, o Bom Pastor. Em sua mão, o cajado, instrumento de guia e direcionamento, mas dele também brotam ramos, ele é a Árvore da Vida (Ap 22, 14), seus ramos se estendem ao ceu, sinal de nossa vocação celeste de sermos filhos de Deus no Filho (Rm 8,17), sinal também do compromisso de fazermos parte do seu povo, de seu rebanho e estarmos unidos a Ele em seu amor (I Jo 4,16).

Ladeando a imagem do Senhor há sete estrelas de um lado, sinais das obras de misericórdia espirituais (dar bom conselho, ensinar os ignorantes, corrigir os que erram, consolar os aflitos, perdoar as injúrias, sofrer com paciência as fraquezas do próximo e rogar a Deus por vivos e mortos), e sete lamparinas do outro, sinal das obras de misericórdia materiais (dar de comer a quem tem fome, de beber a quem tem sede, vestir os nus, dar pousada aos peregrinos, assistir os enfermos, visitar os presos e enterrar os mortos).

As vestes do Senhor são brancas, sinal de pureza e luz. Ele veste um escapulário dourado, sinal de sua natureza divina, onde estão inscritas as letras “alpha” e “ômega”, nos dizendo que Jesus é o princípio e fim de todas as coisas (Ap 21,6).

Abaixo, como que nutrindo e dando vida à árvore, as águas, sinal do batismo, no qual somos comunidade e encontramos o sentido último de nossa existência: a conformação a Cristo. Acima das águas está o Sangue do Cordeiro indicando nossa participação, por meio dos mistérios celebrados, de sua morte e ressurreição (Fl 3,10).

Ao lado esquerdo de quem entra pela porta principal encontramos a estátua de Dom Bosco. A arte de fundo da imagem brota das mesmas águas e sangue do painel central, sinal da vida no seguimento de Jesus. Suas obras são inspiradas divinamente, daí a presença de uma pomba, sinal do Espírito Santo. Ao fundo cresce uma árvore, sinal de todos os ramos da Família Salesiana no mundo e de suas mais diversas formas de atuação, todas elas nutridas por essa fonte primária: a graça de Deus e, por ela, dão frutos. A ave assentada na árvore é o espírito salesiano, livre que encontra na sua obra concreta o local para aninhar-se.

Do lado oposto está Nossa Senhora Auxiliadora, imersa pela fonte inesgotável da vida de seu Filho. Daí também a presença da imagem do Anjo que lhe vem ao encontro com sua divina vocação de ser a Mãe do Senhor (Lc 1,28). Maria é aquela que responde ao chamado de Deus, aceita e colabora com sua missão e guarda tudo em seu coração (Lc 2,19).

A Capela da Divina Misericórdia, esse novo e rico espaço de espiritualidade, está localizada na Vila Dom Bosco, na Avenida Frei Orestes Girardi, 01, em Campos do Jordão – SP.

Texto: Anderson Bueno – Delegado para a Comunicação Social / Fotos: Fernando Gaia