Diversão e grande público na festa junina da Comunidade Educativa São José
07/02/2019
Obra Social São João Bosco: 110 anos de história
07/02/2019

IDB: Unidade Vila Paulistana completa maioridade e comemora com balada

Com 18 anos e com o tema: a VP tem a cor que você pinta, a unidade foi palco de uma festa alegre e revigorante

No dia 14 de junho a unidade Vila Paulistana do Instituto Dom Bosco, São Paulo, completou 18 anos, mas a festa aconteceu somente no dia 26 de junho. A temática desse ano foi: “A VP tem a Cor que Você pinta!” e a decoração não poderia ilustrar de forma melhor: a casa estava repleta de cores, um painel representando um belo arco íris com glitter, bexigas em formato de arco, lembrando as cores de unicórnios, luz negra para evidenciar e leds bem coloridos.

Os educandos vestiram suas cores favoritas e ficaram a disposição de todos tintas para criarem suas próprias maquiagens! Além disso, o mural do CEDESP (Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo) estava cheio de blocos de notas adesivos coloridos, que respondiam a seguinte pergunta: “O que você aprendeu nesses meses de VP?” e os registros não pararam por aí, uma grande árvore de cartolina indicava: coloque aqui sua digital; ao lado as tintas disponíveis, foram preenchendo de colorido o desenho.

Nesse dia ocorreu um período integrado, unificando os jovens dos horários manhã e tarde. A abertura foi com a coordenadora Rosana Ferreira, do CEDESP, que convidou a todos para assistirem a retrospectiva dos 18 anos da casa com o antes e o depois. Ainda no primeiro momento, educandos da casa carregaram a imagem de Dom Bosco, Nossa Senhora Auxiliadora e o Documento Oficial da Casa, além de representações de cada curso, como um caminhão de brinquedo para Logística e uma casa representando a base, na Formação Humana, com palavras com sentimentos como compaixão.

Após esse momento Maria Ugolini, coordenadora do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) Tremembé parabenizou o serviço e disse algumas palavras: ” (…) Utilizem muitas cores na vida de vocês, um pouquinho de cada uma, lembrem-se que é para frente que se vai, nunca digam: ‘Eu não posso’, ou ‘Eu não consigo’, vocês encontrarão caminhos e dentro de vocês próprios a relevância que cada um tem para esse mundo! Parabéns Equipe Vila Paulistana, me sinto honrada e encantada em fazer parte desse Serviço”, declarou Mariana. Além disso, Ugolini entregou em mãos para a coordenadora do CEDESP o Certificado de Maioridade da Unidade, reforçando “Há 18 anos, desenvolvendo atividades de assistência social e protagonismo!”. Ainda na abertura, Pérola Brito, coordenadora administrativa do IDB, parabenizou a unidade e desejou cores e muita energia para todos!

Já no segundo momento todos puderam conferir uma amostra do Musical Nosso Mar, realizado pelo Projeto Mostra de Arte Vila Paulistana MAVP, apresentado no CEU (Centro Educacional Unificado) Jaçanã. Em seguida, foi a vez do Musical Minha História, da Cia Teatral JS e em continuidade. As colaboradoras da VP arrancaram aplausos e muita alegria com a dança do intitulado grupo: As Demitidas, já apresentados no aniversário do ano passado. Dessa vez as educadoras se apresentaram sozinhas e depois junto a educandas e ex-educandas convidadas, ambos musicais e coreografias desenvolvidos e dirigidos por André Felipi.

Foram entregues pela coordenadora Pérola rosas e chocolates para cada colaborador, em forma de agradecimento. Já chegando ao fim das celebrações iniciais, o oficial parabéns com calorosas palmas, além da comemoração dos aniversariantes do mês. Na sequência Pe. Emerson Medeiros, coordenador de Pastoral, deu graças e declarou aberta a festa.

“Já que completamos 18 anos, maioridade, nada mais justo do que comemorar com uma balada (risos)”, disse Rosana. A festa contou com coquetéis de frutas com leite condensado (sem álcool), hamburgão, coxinha, torta de frango, cachorro quente, bolo de chocolate, açaí, entre outras delícias. Os jovens se divertiram ainda na salas de jogos com o X-BOX e de mesa: pebolim e pingue e pongue. Claro, que para marcar a balada, muita música no palco principal, com ambiente característico de uma balada.

Gratidão

“O IDB Vila Paulistana com toda certeza foi a porta de entrada de inúmeras oportunidades que provavelmente não me seriam dadas caso não encontrasse esse espaço. É engraçado pensar que quando entrei pela primeira vez não imaginei e nem poderia ter noção de tudo isso. Todos os amigos, aprendizados, experiências, conversas e educadores que hoje posso afirmar que vou levar pra sempre no meu coração; tudo isso e mais um pouco foram os fatores cruciais pra que finalmente hoje eu saiba quem eu sou, qual meu lugar no mundo como jovem e também a saber não só como ser um ótimo profissional, mas em como posso me tornar uma pessoa melhor.

Dom Bosco viveu toda sua vida e morreu em função de ajudar, acolher e ensinar os jovens e posso afirmar que todo esse esforço é refletido hoje no rosto de cada colaborador presente naquele espaço; toda a dedicação e vontade antes visto naquele grande homem consegue ser a mesma vigente no coração de cada um dos atuais representantes desse legado de educar. Talvez nem sempre seja fácil tanto pro educador(a) ser o responsável por apoiar, corrigir e transformar pessoas; do mesmo modo que é extremamente difícil para nós como educandos e voluntários completar essa caminhada, mas é como o próprio Domo Bosco dizia: ‘Eu não disse que seria fácil, mas que valeria a pena’.

Poderia com certeza escrever muito mais sobre esse lugar que já foi e ainda é tão importante na vida das mais de 8 mil famílias atingidas pelo projeto, mas acho que a palavra que define tudo isso é GRATIDÃO. Parabéns VP por mais essa conquista e que muitos e muitos anos mais venham. Feliz 1.8!”, finalizou Carlos Henrique, ex-educando e atual voluntário na Obra.

Um pouco sobre esses 18 anos…

O Núcleo Vila Paulistana é, na verdade, uma extensão do Instituto Dom Bosco, que possui sua sede no bairro Bom Retiro. Desde 2001, o IDB mantém parceria com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social da Prefeitura Municipal de São Paulo, na Vila Paulistana. O serviço iniciou como Qualificação Profissional, posto como Núcleo Socioeducativo e Centro Juvenil. Foi então em 2014 que tornou-se um Centro de Desenvolvimento Social Produtivo – CEDESP, também conhecido como Núcleo Profissionalizante Vila Paulistana, que atende 220 jovens semestralmente.

O objetivo do Núcleo na região é atender a comunidade auxiliando na formação profissional e inclusão social, fortalecendo vínculos através do atendimento às famílias. O espaço oferece serviços de prevenção e promoção para adolescentes, jovens e adultos com idade entre 15 e 59 anos. Os cursos profissionalizantes são distribuídos em dois importantes eixos: Gestão e Negócios e Informação e Comunicação e acontecem semestralmente. Além dos cursos, os educandos são atendidos diariamente com direito a alimentação balanceada, assistência odontológica e psicológica. O objetivo é despertar competências que garantam a conquista da autonomia, do protagonismo e da consciência para a cidadania.

Fabiana Santello – Comunicação e Marketing – IDB