UNISAL São Paulo oferece bolsas de até 100% no Vestibular 2017
10/10/2016
Autor Fábio Sombra conversa com os alunos da Escola Salesiana São José
10/11/2016

Haiti: “Estar onde estão milhares de jovens que passam por necessidade”

Após a passagem do Furacão Matthew pelo Haiti, o balanço das vítimas acertadas é, até agora, de cerca de 840 pessoas, enquanto a UNICEF confirma que aumenta ainda mais o perigo de epidemias. Também os Salesianos foram duramente atingidos na obra de Les Cayes, mas o Superior da Visitadoria, Pe. Jean Paul Mesidor, enviou um vídeo para garantir que o trabalho dos Filhos de Dom Bosco entre os jovens continuará sem descontinuidade e que agradece aos que estão se ativando em ações de solidariedade.

A ameaça do cólera é um perigo real num país em que, mesmo antes do furação, só uma pessoa a cada três tinha acesso a latrinas adequadas e menos de três a cada cinco tinham acesso a água potável. O primeiro caminhão com comprimidos para o tratamento da água e dos reservatórios de água chegou quinta-feira a Les Cayes e seis caminhões de água dirigiram-se a Les Cayes e Jeremie. Um reservatório de água também foi disponibilizado para o hospital de Les Cayes.

Também o carro dos socorros salesianos se movimentou: as principais Procuradorias Missionárias ativaram há dias a coleta de fundos e, para a fase operativa, podem valer-se das estruturas e experiências já adquiridas no após-terremoto de 2010.

O Superior salesiano no Haiti, Pe. Mesidor, também enviou um vídeo no qual explica que a região sul está completamente isolada do restante do país, “porque a ponte que liga à capital foi destruída. Também a comunicação telefônica está muito difícil”.

Por entre problemas sociais, políticos, econômicos, catástrofes naturais que o afligem, é o Haiti um país sofrido: “Imaginem que ainda não terminamos de reconstruir as nossas infraestruturas, destruídas pelo terremoto de 2010!”, exclama o Pe. Mesidor. Contudo, reafirma o religioso, “Como Salesianos, estamos ali, no lugar em que devemos estar: onde existem milhares de jovens que precisam do apoio de uma mão amiga”.

E conclui recordando: “A Fundação Rinaldi, o nosso escritório de projetos, está coordenando as ajudas que nos possam chegar. Obrigado por tudo! E unamo-nos na oração!”.

O vídeo completo está disponível, em italiano, e brevemente também legendado em inglês e espanhol, no ANSChannel.

ANS – Porto Príncipe