Breve histórico da comunicação na congregação

 

Dom Bosco tinha uma compreensão ampla da comunicação. A carta que ele escreveu a respeito da difusão de bons livros é uma espécie de carta magna: exprime seu coração apostólico, sua fé e sua visão de empreendedor (SSCS, 3). Além da “difusão de bons livros”, Dom Bosco usava todos os instrumentos e linguagens de comunicação disponíveis no seu tempo para a educação: o teatro, as academias, a música... (SSCS, 5).

Dom Bosco compreendeu a força da informação para a animação da sua família espiritual e para a mobilização da sociedade em favor da sua missão (SSCS, 7). Sua visão era orientada para a educação e para a evangelização da juventude e das classes populares. Ele pensou, então, na comunicação como um verdadeiro sistema que envolvia a todos (SSCS, 8). De fato, a palavra “sistema” é a cara de Dom Bosco, que a utiliza, particularmente, para indicar o conjunto e articulação dos elementos que caracterizam seu estilo de educação: o Sistema Preventivo (ACG 290).

Em sintonia com a evolução dos tempos, com o desenvolvimento das novas tecnologias e da sua incidência sobre a sociedade e as culturas, particularmente depois do Capítulo Geral Especial (1971-1972), a Congregação amadureceu uma visão ampla e rica do campo da comunicação e dos seus múltiplos significados, e também uma política orgânica e coordenada de desenvolvimento e de organização (SSCS, 11). Os Capítulos (assembleias) e ulteriores documentos consolidaram as convicções por parte dos salesianos no campo da comunicação (SSCS, 12).

O Sistema Salesiano de Comunicação Social

O objetivo do Sistema Salesiano de Comunicação Social (SSCS) é o de promover um ambiente comunicativo salesiano como comunhão de pessoas, de obras, de projetos e de atividades, e implementar o desenvolvimento e aplicação de recursos de comunicação para a educação e evangelização dos jovens, especialmente os mais pobres, e em relação à sociedade. Não realiza somente isso, mas age em conjunto com os demais setores que são responsáveis pela missão salesiana (SSCS, 14).

A comunicação se desenvolve dentro do quadro de referência da missão salesiana em favor dos jovens, como uma dimensão que perpassa toda a atividade da ação educativo-pastoral, no mesmo nível das outras obras salesianas. Trata-se de uma atividade que pertence à missão e, por meio da gestão de processos e produtos, visa a criar e reforçar os ambientes salesianos de comunicação. No contexto da única missão, a comunicação salesiana se propõe sempre a um trabalho de coordenação em sintonia com os demais setores da missão salesiana (SSCS, 56).

Devem integrar o SSCS todos os departamentos, equipes e pastorais de comunicação e marketing das obras salesianas (escolas, obras sociais, paróquias e ensino superior), bem como projetos, canais, veículosu e atividades desenvolvidas por outros setores da missão salesiana (Pastoral Juvenil, grupos da Família Salesiana, etc) em todos os níveis: local, inspetorial, nacional e mundial, de acordo com a estrutura organizacional da congregação. Ou seja, todo o esforço de comunicação dos Salesianos de Dom Bosco devem formar um sistema que, em maior ou menor escala, direta ou indiretamente, trabalha em rede.

Em âmbito nacional, os esforços de comunicação comunicacional das casas dos Salesianos de Dom Bosco unem-se às Filhas de Maria Auxiliadora (salesianas) por meio da Rede Salesiana Brasil que, por sua vez, atua junto às inspetorias sob a estrutura de polos.

Áreas de atuação do Sistema Salesiano de Comunicação Social

O trabalho de comunicação e marketing é amplo e complexo. Para facilitar a compreensão e direcionar suas ações, a Congregação divide-o em quatro grandes áreas de ação: Animação, Formação, Informação e Produção.

Animação

A animação é parte fundamental da mentalidade salesiana e um modo de proceder que implica uma ação conforme as Orientações para a formação dos salesianos à Comunicação Social e para a gestão da Comunicação Social nos processos educativos e na relações internas e externas (SSCS, 52).

Em outras palavras, animação é o processo de gestão da comunicação, que envolve o planejamento, a articulação da comunicação e o trabalho de motivação dentro das casas salesianas que contribua para o desenvolvimento dos processos comunicativos, envolvendo também o relacionamento da instituição com seus públicos.

Formação

Potencializa a formação das competências comunicativas das pessoas e a gestão da comunicação nos processos educativos e nas relações internas e externas da Congregação (SSCS, 53).

Para isso, são promovidos encontros presenciais e não presenciais, utilizados grupos de discussão, subsídios em texto, audiovisual, campanhas e outros meios oportunos.

Informação

Produzir informação salesiana que favoreça a comunhão e o sentido de pertença, a educação e a evangelização dos jovens, a conscientização e a mobilização em favor da missão de Dom Bosco e a apresentação de uma imagem adequada da congregação (SSCS, 54).

A forma com que as obras salesianas se comunicam por meio de seus canais oficiais (site, newsletters, páginas nas mídias sociais, impressos, entre outros) influencia diretamente na maneira como a obra e a congregação como um todo é percebida, impactando positiva ou negativamente na missão e no próprio êxito local da obra.

Produção

Produzir e manter programas, recursos, empresas (obras) de comunicação, sites, a serviço da missão educativo-pastoral dos jovens. Significa que devemos saber discernir na geral atividade de produção e os múltiplos níveis de comunicação e individualizar as possibilidades de responder a solicitações específicas (SSCS, 55).

radio_publicidade
banner_acordar_pagcomunicacao_site
09/20/2018

Rádio Dom transmite o debate dos presidenciáveis promovido pela CNBB

A Rádio Dom, […]
09/06/2018

Rádio Dom estreia o programa Direito em Foco

Na terça-feira, 4 […]
08/24/2018

A.COR.DAR estreia novo estúdio no Instituto Teológico Pio XI

Após um ano […]
08/23/2018

Comunicadores das escolas participam de encontro inspetorial

Os colaboradores das […]