Atílio Giordani
05/06/2013
Augusto Hlond
05/06/2013

Augusto Arribat

Início do processo: 19 – 03 – 1995
Conclusão do processo: 01 – 12 – 2002

José Augusto Arribat nasceu no dia 17 de dezembro de 1879 em Trédou (Rouergue), França. A pobreza da família obrigará o jovem Augusto a iniciar a escola média no oratório salesiano de Marselha somente aos 18 anos. Devido à situação política do início do século, ele iniciou a vida religiosa na Itália, e recebeu a veste talar das mãos do beato Miguel Rua.

Retornando à França começou a vida salesiana ativa, como todos os seus irmãos, numa condição de semiclandestinidade, primeiramente em Marselha e depois em La Navarre. Foi ordenado sacerdote em 1912. Chamado às armas na primeira guerra mundial serviu como enfermeiro.

Terminada a guerra, P. Arribat continuou a trabalhar intensamente em La Navarre até 1926, transferindo-se depois para Nice, onde ficou até 1931. Nesse ano iniciou o serviço de diretor em La Navarre e ao mesmo tempo foi encarregado da paróquia Santo Isidoro no vale de Sauvebonne. Seus paroquianos chamaram-no de “O Santo do Vale”. Ao final do terceiro ano foi enviado a Morges, no cantão de Vaud, Suíça. Exerceu depois, durante três sucessivos mandatos de seis anos, o encargo de diretor em Millau, em Villemur e em Thonon, na diocese de Annecy.

O período mais cheio de perigos e de graças foi provavelmente o de Villemur, durante a segunda guerra mundial. Os soldados das SS ocuparam a escola onde ele escondia jovens hebreus. Certo dia foi solicitado a levar tranqüilidade a um campo de refugiados políticos. Semblante aberto e sorridente, esse filho de Dom Bosco não afastava ninguém. Enquanto a sua magreza e o seu ascetismo referiam-no ao Cura d’Ars, o seu sorriso e a sua doçura eram realmente de um salesiano. “Foi o homem mais espontâneo do mundo”, disse uma testemunha.

Retornando a La Navarre em 1943, P. Arribat ali ficará até à morte, que se deu em 19 de março de 1963. Está sepultado em La Navarre.

Roma, Cidade do Vaticano
– Com rescrito assinado pelo Prefeito, Card. J. Saraiva Martins, e pelo Secretário, Dom E. Nowak, a Congregação para as Causas dos Santos concedeu validade canônica ao processo diocesano de canonização do Servo de Deus P. J. A. Arribat SDB (1879-1963). Nascido em Trédou, França, P. Arribat recebeu a veste talar das mãos do Padre Rua e foi ordenado sacerdote em 1912. Foi diretor nas comunidades de La Navarre, Morges, Millau, Villemur e Thonon. Está sepultado em La Navarre. O processo diocesano teve início em 1995.

sdb.org