Como o afrofuturismo aliado à educação constrói cidadãos do mundo
09/10/2019
Salesianos Cooperadores participam de retiro provincial
09/10/2019

Arrecadação de lacres do Salesiano Santa Teresinha ajuda instituições carentes

Professores, pais e alunos abraçam projeto simples que faz a diferença na vida de muitas pessoas

Normalmente, são pequenas ações que fazem a diferença na nossa vida, especialmente as boas práticas em ajudar o próximo. A iniciativa, que começou apenas com o Ensino Fundamental do Colégio Salesiano Santa Teresinha, tomou proporções maiores e envolveu todos os professores, alunos e pais da escola no Projeto Cadeira de Rodas. De maneira simples, cada 140 garrafas pet de 2 litros cheias de lacre de latinhas resulta em uma cadeira de rodas para doação. O engajamento foi tão grande, que a escola conseguiu em 3 meses juntar 560 garrafas e firmar parceria com a empresa LACRE AMIGO, facilitando ainda mais o processo.

Embora realizada este ano, à frente deste projeto, o professor Alexandre Baboni começou a juntar lacres há 2 anos. Entre amigos e familiares, ele percebeu que a força seria maior se levasse a ideia para o colégio. “No Salesiano praticamos a solidariedade, somos uma escola católica inclusiva, cidadã e acolhedora, construindo um mundo mais afetuoso, com respeito e empatia ao próximo e posso afirmar com alegria que o nosso objetivo foi alcançado. Ver as crianças se engajarem com seus amigos, vizinhos e conhecidos é comprovar que cada um pode fazer a sua parte, ajudando pessoas que precisam”, ele complementa.

Há algum tempo se falou que a troca de lacres de latinhas de alumínio por cadeiras de rodas era “lenda urbana”. Por isso, o professor acompanhou todo o processo entre empresa e indústria. Em forma de vídeo, mostrou para todos os alunos do 2º a 5º ano que os lacres arrecadados são derretidos e se transformam em um “tarugo”, este é matéria prima para diversas coisas de alumínio, entre esquadrias de janela, maçanetas, rodas de carro e, inclusive, cadeira de rodas. A sensibilização foi tão grande que ganhou muita visibilidade no colégio Santa Teresinha e todos apoiaram a causa.

O resultado foi além das expectativas! Quatro cadeiras de rodas resultadas da arrecadação de lacres, além da doação de 3 cadeiras de rodas de duas mães que ficaram envolvidas no projeto. Em agosto, 1 cadeira de roda foi doada para uma senhora carente, que por motivos de saúde, precisava da doação. Outras 3 foram doadas para o Lar Ozanam, uma instituição que cuida de senhoras que precisam de auxílio diário. A escola está visitando instituições para a doação das outras agora em setembro. “Nosso papel é fortalecer os alunos para que se tornem cidadãos independentes, seguros e com valores. Ver o encantamento nos olhos deles não tem preço”, comenta o professor Alexandre.

Um pequeno lacre faz uma grande diferença na vida de muitas pessoas.